quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Dilma lança “Dialoga Brasil” no Centro de Convenções de João Pessoa nesta sexta



Um grupo formado por representantes da Presidência da República, do Partido dos Trabalhadores da Paraíba, sindicatos e movimentos sociais estão na organização do lançamento da plataforma “Dialoga Brasil” na Paraíba. O evento será realizado nesta sexta-feira, 4, no Centro de Convenções, em João Pessoa, a partir das 15h, com a presença da presidenta Dilma Rousseff e de vários ministros.
A expectativa dos organizadores é que mais 700 pessoas participem da atividade, e para o presidente do PT/PB, Charliton Machado, esse “é um momento importante na agenda da presidenta, já que ela estará dialogando com todos os setores que tem demandas profundas”. “São demandas sobre a política econômica e as políticas sociais que conquistamos. É um momento que ela vai ouvir os movimentos sociais e de cidadania que cresceram no Governo Lula e Dilma, e que querem continuar com uma agenda aberta para novas conquistas”, disse.
Também inserido no grupo que está organizando o evento em João Pessoa, o delegado do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) na Paraíba, Gonzaga Firmino, acrescentou que é significativo esse diálogo direto com a sociedade: “Com isso as políticas públicas deixam de ser tratadas apenas no Palácio do Planalto, e o Governo constrói um canal direto com os movimentos sociais, que são a verdadeira base da presidenta. Estamos falando dos movimentos sociais do campo, da cidade, dos direitos humanos, LGBT, mulheres, entre outros. A intenção é um pouco isso, discutir as políticas públicas que já foram efetivadas e qualificar as próximas para que cada vez mais as conquistas sociais avancem”.
João Pessoa é a 5ª cidade que recebe o evento de lançamento do “Dialoga Brasil”, e a dinâmica acontecerá da seguinte forma: os participantes previamente cadastrados poderão escrever as suas propostas e considerações sobre alguma política pública, e posteriormente, através de um sorteio, algumas pessoas serão selecionadas para dialogarem naquele espaço com um dos ministros presentes. Serão debatidas as políticas públicas nas áreas de saúde, educação, cultura, segurança pública e combate à pobreza. No final das interações entre ministros e movimentos, a presidenta Dilma Rousseff irá falar para o público.
 Sobre o Dialoga BrasilO Dialoga Brasil é um espaço de participação digital, e as ideias apresentadas no site www.dialoga.gov.br viram propostas que podem contribuir na melhoria das ações do governo. Ainda é possível curtir propostas de outros participantes e conhecer as principais ações do Governo Federal.
A plataforma Dialoga Brasil apresenta 14 temas e 80 programas prioritários, e a partir de novembro de 2015, o Governo Federal começa a responder as três propostas mais apoiadas de cada programa.
Com Clickpb

Líder indiano diz que anúncios de camisinhas estimulam estupros



Atul Kumar Anjan, secretário nacional do Partido Comunista indiano, provocou uma grande polêmica ao afirmar que os anúncios de preservativos incitam o estupro porque “desenvolvem a sexualidade e arruínam a sensibilidade”.
“Caso anúncios como estes sejam exibidos na televisão indiana e nos jornais, aumentarão os estupros”, disse Anjan, em referência a um anúncio de camisinha protagonizado pela ex-atriz pornô indiana-canadense Sunny Leone, que agora é uma estrela de Bollywood.
“Temos que impedir”, completou na terça-feira em um comício no estado de Uttar Pradesh, norte da Índia.
Os grupos feministas criticaram o discurso, assim como os internautas nas redes sociais.
“Camarada: a causa dos estupros é arrogância dos homens e sua falta de respeito pelo consentimento e autonomia das mulheres, não a consequência da pornografia, das mulheres nuas ou de qualquer outra ‘provocação'”, escreveu no Facebook a ativista feminista Kavita Krishnan.
As declarações do político do Partido Comunista, minoritário na Índia, são similares a de outros líderes políticos do país, que minimizaram publicamente a violência sexual contra as mulheres.
Em dezembro de 2012, o estupro coletivo de uma estudante em um ônibus de Nova Délhi provocou uma grande comoção no país e levou o governo a adotar uma legislação mais rígida contra as agressões sexuais.
Fonte : G1

PMJP inicia revitalização do Hotel Globo



A Prefeitura de João Pessoa deu início, desde a última segunda-feira (31), à revitalização do Hotel Globo, no Centro Histórico da cidade.
Para acompanhar a obra, o prefeito Luciano Cartaxo (PT) realiza uma visita in loco, nesta quinta-feira (3), a partir das 15h.
O projeto, fruto da parceria entre a Secretaria de Planejamento (Seplan) e a Coordenadoria do Patrimônio Cultural de João Pessoa (Copac), foi aprovado pelos Institutos do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e Estadual (Iphaep).
A obra é parte do Programa de Aceleração do Crescimento das Cidades Históricas (PAC II) e está orçado em R$ 70 mil.
Estão previstos obras de pintura, reestruturação completa de esquadrias, esculturas, janelas e portas e restauração da estrutura da barreira.
Do MaisPB

PRF anuncia reforço para o feriadão e restringe tráfego em BRs; veja esquema


Caminhões não poderão trafegar em 77% das rodovias

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) inicia a meia-noite desta sexta-feira (4) as atividades da Operação Independência. As ações buscam aumentar a segurança nas rodovias federais da Paraíba durante o feriadão e vão até a meia-noite da segunda-feira (7). Durante esses dias, haverá restrição no tráfego de alguns veículos em cerca 77% das rodovias que cortam o estado. Veja detalhes no quadro abaixo.
De acordo com o chefe da Seção de Policiamento e Fiscalização, Esaú Bonifácio, a PRF vai focar as ações de fiscalização nos comportamentos que mais causam acidentes graves no trânsito: a embriaguez ao volante, as ultrapassagens irregulares e o excesso de velocidade.
“A fiscalização de motocicletas, ciclomotores e motonetas também será intensificada, tendo em vista que só no ano de 2015, até agora, já somamos 42 mortos e 746 feridos em 644 acidentes envolvendo veículos de duas rodas.” completa.
A Operação Independência, a PRF operará com radares portáteis, ao longo de diversos pontos das rodovias paraibanas. Com horários pré-determinados com base nas estatísticas de ocorrências de acidentes, as fiscalizações ocorrerão nos períodos diurno e noturno.
Restrição de trafego
Para aumentar a fluidez do trânsito nas rodovias de pista simples, cerca de 77% das rodovias federais que cortam o estado da Paraíba, o tráfego de caminhões bitrens, veículos com dimensões excedentes e caminhões cegonhas sofrerá restrição durante o feriado. Nos dias e horários de maior movimento esses veículos não poderão transitar, independentemente de estarem carregados e ainda que possuam Autorização Especial de Trânsito (AET). O desrespeito à restrição resultará em multa de R$ 85,13 e quatro pontos na Carteira de Habilitação. Além disso, o condutor será obrigado a permanecer com o veículo estacionado até o final da restrição.
Dia da restrição
Horário da restrição
04/092015 (sexta-feira)
Das 16:00 às 24:00
05/09/2015 (sábado)
Das 06:00 às 12:00
07/09/2015 (segunda-feira)
Das 16:00 às 24:00
Ação educativa
Simultaneamente serão desenvolvidas ações educativas do projeto ‘Cinema Rodoviário’, onde, em alguns postos da PRF, os usuários abordados serão convidados a assistir a uma curta palestra que abordará vários assuntos como: a importância do uso do cinto de segurança, da cadeirinha para o transporte de crianças e a adoção de uma postura de condução defensiva, fator decisivo na diminuição dos riscos de acidentes.
Do Portal Correio

Jovem é preso após decepar dedo de tia para roubar alianças na Paraíba



Um jovem de 27 anos foi preso na quarta-feira (2) após decepar o dedo de uma tia para roubar alianças de ouro que ela usava. O caso aconteceu em Pombal, no Sertão paraibano. Segundo a Polícia Militar, o homem foi detido logo em seguida com as alianças.
Ainda de acordo com a PM, a mulher tem 58 anos e estava em casa quando o sobrinho chegou e pediu para entrar. Ela permitiu e foi agredida a socos pelo homem. Usando uma faca, ele decepou o dedo da vítima, roubou duas alianças e fugiu.
A mulher desmaiou e foi levada para o Hospital Regional de Pombal, onde recebeu atendimento e depois foi liberada, segundo a unidade de saúde. O homem foi preso no Centro da cidade e levado para a delegacia. De acordo com a polícia, ele já é ex-presidiário e tinha envolvimento com o tráfico de drogas.
Do G1 PB

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

CCJ aprova projeto que prevê blindagem de viaturas na Paraíba



A Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa (CCJ) aprovou, por unanimidade, o projeto de lei de autoria do deputado estadual Frei Anastácio, que propõe o uso de carros blindados pela polícia da Paraíba. “Espero que nesses dias, esse projeto esteja no plenário para ser votado e também encontre a compreensão de todos e de todas que fazem este parlamento”, disse Frei Anastácio.
O deputado afirma que toda polícia da Paraíba anseia pelo dia de entrar numa viatura que permita uma proteção da bandidagem que a cada dia está mais bem armada. “As investidas contra a nossa polícia está em ordem crescente”, lamentou.
O parlamentar lamentou ainda uma declaração que teria sido dita pelo comandante da Polícia Militar, coronel Euler Chaves sobre o assassinato de policiais na Paraíba, “E aqui eu faço uma contestação ao que teria dito o comandante geral da PM, de que esses assassinatos de policiais estão nos índices aceitáveis. Mortes violentas não são aceitáveis em nenhum local do mundo, principalmente, morte de policiais por bandidos”, afirmou.
O deputado disse que, com certeza, o comandante Euler Chaves disse isso de forma impensada. “Ele deve ter refletido e hoje não dirá mais uma besteira dessas que deixou toda tropa muito chocada”, argumentou.
O petista disse que espera que, quando esse projeto dos blindados chegar ao plenário seja aprovado por unanimidade. “E espero que o senhor governador, que tem primado tanto pelas grandes obras no estado, sancione esse projeto que irá trazer grandes benefícios para a polícia da Paraíba”, disse.
De acordo com Frei Anastácio, é hora do governo começar a dar mais atenção a esses guerreiros, que saem de casa e não sabem se voltam. Homens e mulheres que dão expediente extra, depois dos plantões para ganhar uma gratificação que complementa o salário.
“São policiais, que depois dessas jornadas ainda trabalham em suas folgas fazendo bicos, para aumentar a renda familiar. É uma jornada tripla que esses guerreiros fazem em busca da sobrevivência. Por isso, sempre estou falando aqui em defesa deles, e espero que o governador do estado passe a olhar mais para essa corporação”, finalizou.
Do MaisPB

Exclusão social deixa famílias paraibanas em situação vulnerável



Marcela Silva (nome fictício) tem 14 anos, largou os estudos para ser mãe e, em sua casa, ninguém tem sequer o ensino fundamental completo. A menina, que mora na Comunidade do ‘S’, em João Pessoa, faz parte de um universo de pessoas que vivem em situação de alta vulnerabilidade social na Paraíba, de acordo com um estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Conforme a pesquisa, em uma década, o número de municípios com grande vulnerabilidade social no Estado diminuiu 71%, contudo 54 cidades ainda estão na lista das que possuem índices muito altos de exclusão social.
Os dados são do ‘Atlas da Vulnerabilidade Social nos Municípios Brasileiros’, divulgado ontem e que trouxe indicadores que formam o Índice de Vulnerabilidade Social (IVS), baseado em dados do Censo 2010. A vulnerabilidade social a que o índice se refere indica a ausência ou insuficiência de recursos ou estruturas (como fluxo de renda, condições adequadas de moradia e acesso a serviços de educação) que deveriam estar à disposição de todo cidadão. Para a elaboração do índice, que vai de 0 a 1, foram reunidos 16 parâmetros nos quesitos infraestrutura urbana, saúde, educação, renda e trabalho. Quanto mais próximo de 1, pior o índice, quanto mais distante, melhor.
Conforme a pesquisa, no ano 2000 a Paraíba possuía 187 cidades com IVS acima de 0,501, o que implicava em dizer que 83,8% das cidades do Estado possuíam índice muito alto de exclusão social. À época, a lista era liderada pela cidade de Marcação, com um IVS de 0,766. Em segundo lugar, vinha o município de Mogeiro, com 0,754, seguido por Salgado de São Félix, com IVS 0,728. Nessas cidades, os problemas de infraestrutura, educação e renda eram os piores, pois estavam todos acima dos 0,501.
Uma década depois, dos 223 municípios da Paraíba, 54, o equivalente a 24,2% do total, estavam com índice acima de 0,501. No topo das mais desiguais está a cidade de Cuité de Mamanguape, com IVS 0,644. Em segundo lugar está Capim, com IVS 0,627, seguida por Natuba, com 0,606. Apenas essas três cidades têm índice acima de 0,600, conforme o estudo.
No caso de Marcela, ela e família vieram há quatro anos para a capital em busca de mais oportunidades, mas as dificuldades a fizeram largar os estudos e desfocar quanto ao futuro que um dia sua mãe imaginou para ela. “Hoje moro com minha mãe e a nossa renda vem das faxinas dela e dos ‘bicos’ do meu pai. Espero estudar para ter um futuro melhor”, comentou.
Saiba Mais
O ‘Atlas da Vulnerabilidade Social nos Municípios Brasileiros’ tem como objetivo orientar gestores no desenvolvimento de políticas públicas de acordo com as carências e necessidades de cada local.
Fonte : OTHACYA LOPES do JP - Focando a Noticia

PB tem maior número de obras do PAC paralisadas no país



Seis obras de saneamento do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do Governo Federal, estão em situação crítica na Paraíba, de acordo com o estudo “De olho no PAC”, do Instituto Trata Brasil, que analisou o período de 2013 a 2014. São cinco projetos paralisados e um atrasado. O Estado concentra a maior quantidade de construções paralisadas do país, seguido do Ceará (com 4) e de São Paulo (com 3). Já com relação a obras atrasadas, São Paulo tem o maior número. São sete ao todo.
Conforme o levantamento, alguns projetos estão sem andamento por mais de dois anos consecutivos. Na Paraíba, uma obra está parada já há dois anos, uma está estacionada há três anos e outras três não têm prosseguimento há quatro anos consecutivos.
Somando-se as obras de água e esgotos, a Paraíba tem R$ 461 milhões em empreendimentos de saneamento para serem realizados dentro do PAC1 e PAC2. Somente para o setor de água são R$ 373 milhões, enquanto que para esgoto são R$ 88 milhões.
Há seis anos o Instituto Trata Brasil acompanha o andamento das obras de saneamento básico, especificamente para água e esgoto. Esse acompanhamento, chamado “De Olho no PAC”, tem como objetivo avaliar a evolução das obras e conhecer possíveis gargalos que impedem avanços mais rápidos.
Segundo o estudo, no Nordeste houve aumento nas obras paralisadas entre 2013 e 2014, que saltaram de 27% para 34% no período. Por outro lado, houve redução de obras atrasadas, de 26% para 13%. A proporção de obras concluídas cresceu de 6% para 18% na região neste último ano.
Nice Almeida Correio da Paraiba